domingo, 19 de março de 2017


Definir saudade? 
Não consigo. 
É dos sentimentos mais avassaladores que existem. 
Como se descreve o vazio? 
O silêncio? 
A ausência? 
O pedaço de nós que se ausentou?
Saudades não é só sentir falta de alguém.
 É sentir a falta de alguém em nós. 
Dentro de nós.
 É ter saudades de nós com alguém. 
É o estar por estar, e o ser por ser.
Como se traduz em palavras aquilo que a saudade corta sem nada nos tocar.
 Que fere. 
Que magoa. 
Que esvazia. 
Que ecoa. 
Que enlouquece.
Nada disto se assemelha à saudade que sinto.
 São pequenas as palavras que a descrevem.
Definir saudade?
 Não me é possível.
 Talvez por a sentir tão em mim.




Autor Desconhecido 


Lindoooooooooooooooo!!!!!
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...