domingo, 31 de julho de 2016


(...)
a loucura é um braço solitário sorrindo eternamente


Mário Henrique Leiria

"Não existe explicação para ser tomado de amor, alegria e gratidão. 
Um dia, simplesmente, as coisas fazem sentido, principalmente situações aparentemente desagradáveis do passado. 
Então você percebe que quando não conseguia andar, é porque estava aprendendo a ficar parado pra pensar mais, observar mais, cuidar de outras coisas que estavam sendo negligenciadas pela sua falta de tempo. 
A gente corre demais o tempo todo, mas isto não faz o nosso dia maior, isto só faz o nosso dia ser mais cansativo e nos empobrece. 
Por isso as pessoas perdem a beleza da segunda-feira porque passam as horas todas da semana esperando a sexta.
 E pouco se dão de prazer quando chega o fim de semana, porque além de tudo, se deprimem no domingo.



Há tanto a ser vivido de maneira mais leve, mesmo dentro desse turbilhão de trabalho e estudo e correria para ver quem acumula mais bens materiais. 
E todos esquecem que o corpo pede um olhar mais minucioso, os dias pedem mais admiração, as pessoas são mais importantes que as coisas e os acontecimentos são aprendizados, eternos aprendizados. 
As pessoas estão esquecendo que têm o direito à escolha e que cada um tem que passar por todas as estações do ano. 

(…)"










Marla de Queiroz

domingo, 24 de julho de 2016


“Alguém me disse que certas aves choram 

 quando lhes falta o mar 

 por muito tempo” 




 Casimiro de Brito

"O sol não vai a lugar nenhum, ele fica exatamente onde está, mas a nuvem, a chuva, sempre passam."




Ana Jácomo

E eu sei que todos os dias quando eu acordo Deus dá um sorriso e me diz:

 Estou te dando a chance de tentar de novo.


Caio Fernando de Abreu

"Quero morar numa cidade onde se sonha com chuva. 

Num mundo onde chover é a maior felicidade. 

E onde todos chovemos."




Mia Couto

..dá-me o direito de dizer coisas sem sentido, de não ter que ser perfeito, pretérito, sujeito, artigo definido.”




Vander Lee

sábado, 23 de julho de 2016


"Esperança é o que anda comigo.

Em noites escuras, eu colho fé."





[Cris Carvalho]

É como um anjo que veio me dar harmonia nesses dias meios remotos, o sorriso é tão aberto, me transmite tanta paz, é como um vento forte e gostoso no rosto da gente... 

É, eu amo ele profundamente.




~ Caio F. Abreu ~

É como um anjo que veio me dar harmonia nesses dias meios remotos, o sorriso é tão aberto, me transmite tanta paz, é como um vento forte e gostoso no rosto da gente... 

É, eu amo ele profundamente.




~ Caio F. Abreu ~

quinta-feira, 21 de julho de 2016


“Na África, os silêncios são parte da conversa.

 O silêncio é uma outra maneira da palavra viver e há coisas que não podem ser ditas de outra maneira”.




Mia Couto in Jesusalém

domingo, 17 de julho de 2016


Faz vinte anos que eu perdi alguém. 
Alguém que era tudo. 
Mas não morreu desta morte. 
Simplesmente, foi embora. 
Do país, da minha vida, sobretudo da minha vida. 
Esse tipo de morte é pior, posso lhe garantir. 
Porque fui eu quem pediu que ele se fosse, e até agora nunca me perdoei. 
Essa morte é pior, 
porque a gente fica aprisionada no próprio passado, 
destruída pelo próprio sacrifício.






Mario Benedetti,

palavras seriam inúteis... basta a pele...


eu não sei como dizer-te que cem ideias,

dentro de mim, 

te procuram.




- Herberto Hélder

"Um toque da solidão, e um dedo

severo me traz à realidade:

não depender dos meus amores,

não me enfeitar demais com sua graça"




(Lya Luft)

segunda-feira, 11 de julho de 2016


as tuas coxas
os dedos dos teus pés 
um a um
...



Abel Murcia

domingo, 10 de julho de 2016



"Não sei se é dormindo ou alheado que estou:


Sei que estou sentindo a boca sorrindo


aos sonhos que sou."






(Fernando Pessoa)

sábado, 9 de julho de 2016

Se você quiser saber se o outro te ama de verdade é só identificar se ele seria capaz de tolerar a sua inutilidade. 

Quer saber se você ama alguém?

 Pergunte a si mesmo: quem nessa vida já pode ficar inútil pra você sem que você sinta o desejo de jogá-lo fora? 

É assim que descobrimos o significado do amor. 

Só o amor nos dá condições de cuidar do outro até o fim.

 Por isso eu digo: feliz aquele que tem ao final da vida, a graça de ser olhado nos olhos e ouvir do outro: “você não serve pra nada, mas eu não sei viver sem você.




Padre Fábio de Melo.

Nasce boneca, rostinho de porcelana, corpinho de pano. 
Da boneca, o pano vai se desgastando, rasgando, a porcelana racha, quebra a cara. Tenta se esconder achando que fuga é proteção, e de repente: Cadê a boneca que tava aqui?
 Fica sem graça ao perceber que não perde a graça trocando porcelana e pano por carne e osso, e aí já é tarde demais. 
Virou gente, e então fica tudo mais complexo, as coisas saem de controle. 
Aí diz uma coisa, repete, diz uma coisa, e nós aqui, vendo outra coisa. 
Contradição. 
Confusão. 
Como cantou Cazuza: Tuas ideias não correspondem aos fatos! 
E essa confusão grita aos olhos do público. Quem é você?
 Você sabe? 
O que você deseja? 
O que você faria se pudesse escolher, você sabe?




Pedro Bial

Foi nessa mesma tarde que percebi o quanto ele estava frágil, embora aparentemente normal e bonito como sempre. 

Mas parecia vacilar às vezes – só parecia, qualquer coisa nos olhos, no passo -, como se fosse cair. 

Não caía. 

Por trás da fragilidade física escondia-se uma extraordinária força.




Caio Fernando Abreu

quinta-feira, 7 de julho de 2016


O que o acordou foi o silêncio. 

Primeiro, o do despertador que não tocou à hora combinada todas as manhãs. 

Depois, o de outra respiração, que devia ouvir e não ouvia.

 Estendeu a mão para o quente do outro lado da cama e encontrou o frio. 

Apalpou e encontrou vazio.

 Então, sim, despertou completamente.





Miguel Sousa Tavares

Dói muito, mas eu não vou parar. 


A minha não desistência é o que de melhor posso oferecer a você e a mim neste momento. 



Caio Fernando Abreu

"Não me falhe, não nos falhe, e principalmente não se falhe, compreende? 

Eu sei, eu sei que dói às vezes sem remédio, e a gente também não é de ferro. 

Mas tem que ser..."




Caio F. de Abreu

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Adeus você.


Adeus você. 
Eu hoje vou pro lado de lá.
 Eu tô levando tudo de mim que é pra não ter razão pra chorar. 
Vê se te alimenta e não pensa que eu fui por não te amar. 
Cuida do teu pra que ninguém te jogue no chão. 
Procure dividir-se em alguém, procure-me em qualquer confusão.
 Levanta e te sustenta e não pensa que eu fui por não te amar.
 Quero ver você maior, meu bem, pra que minha vida siga a diante. 
Adeus você. 
Não venha mais me negacear. 
Teu choro não me faz desistir, teu riso não me faz reclinar. 
Acalma essa tormenta e te aguenta, que eu vou pro meu lugar. 
É bom, às vezes, se perder sem ter porque, sem ter razão. 
É um dom saber envaidecer, por si, saber mudar de tom. 
Quero não saber de cor, também… 
Para que minha vida siga adiante.





— Los Hermanos



**Adeus você. 

Como é que, de um dia para o outro, a tua voz deixou de me procurar, e eu deixei que a minha vida dispensasse o espelho da tua?





PEDROSA, Inês.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Quero que você seja feliz Hei de ser feliz também (...) Depois!



Depois de aceitarmos os fatos
Vou trocar seus retratos pelos de um outro alguém

Meu bem
Vamos ter liberdade
Para amar à vontade
Sem trair mais ninguém

Quero que você seja feliz
Hei de ser feliz também


D
e
p
o
i
s
.
.
.





Marisa Monte 

Porque te escolho, neste sussurro sem retorno? 
Porque te quero no meu sono, se iluminaste sobretudo o que não fui? 

Morreste-me antes que eu morresse – e não consigo morrer sem ti. 
Nunca consegui. 
Todos os dias da minha vida estive contigo – como se todas as amizades anteriores fossem só o caminho para chegar a ti, como se todas as amizades posteriores fossem apenas a ausência de ti. 

Mais delicadas, mais ritmadas, mais claras – menos tu.


Arrumei os amores, é a primeira regra da vida – saber arquivá-los, entendê-los, contá-los, esquecê-los. 
Mas ninguém nos diz como se sobrevive ao murchar de um sentimento que não murcha. A amizade só se perde por traição – como a pátria. Num campo de batalha, num terreno de operações. 
Não há explicações para o desaparecimento do desejo, última e única lição do mais extraordinário amor. Mas quando o amor nasce protegido da erosão do corpo, apenas perfume, contorno, coreografado em redor dos arco-íris dessa animada esperança a que chamamos alma – porque se esfuma?

Como é que, de um dia para o outro, a tua voz deixou de me procurar, e eu deixei que a minha vida dispensasse o espelho da tua?





PEDROSA, Inês.

segunda-feira, 4 de julho de 2016


Tudo
será difícil de dizer:
a palavra real
nunca é suave.
(…)

Tudo será
capaz de ferir. Será
agressivamente real.
Tão real que nos despedaça.

Não há piedade nos signos
e nem o amor: o ser
é excessivamente lúcido
e a palavra é densa e nos fere.
(Toda palavra é crueldade.)



- ORIDES FONTELA

sábado, 2 de julho de 2016


O voo já nasce dentro dos pássaros.

 O voo não pode ser ensinado. 

Só pode ser encorajado.

.

.

Rubem Alves,

Tenho uma guerra dentro da minha pele.
Necessito respirar.




Egito Gonçalves

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...