domingo, 31 de maio de 2015

Prisão sem grades...



Não existe nada mais desastroso do que querer que algo volte. 
Muita coisa não volta, até mesmo as que prometeram nunca partir.




SEAN WILHELM.  


Era ir atrás de ti, agarrar-te como na tarde do primeiro beijo, e dizer-te que o amor é aquilo que uma vez escrevi sobre os sonhos: se o amor não te assusta, então não é suficientemente grande.

Rui Miguel Mendonça

sábado, 30 de maio de 2015


Abriu aspas
fez silêncio
fechou aspas
e partiu.


LISA NUNES


Mas o melhor do abraço não é a idéia dos braços facilitarem o encontro dos corpos. 
O melhor do abraço é a sutileza dele. 
A mística dele. 
A poesia. 
O segredo de literalmente aproximar um coração do outro para conversarem no silêncio que dá descanso à palavra. 
O silêncio onde tudo é dito sem que nenhuma letra precise se juntar à outra. 
O melhor do abraço é o charme de fazer com que a eternidade caiba em segundos. 
A mágica de possibilitar que duas pessoas visitem o céu no mesmo instante.



Ana Jácomo

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Amo, 'insensatamente', os ácidos, os gumes, 
E os ângulos agudos.


Cesário Verde

terça-feira, 26 de maio de 2015

segunda-feira, 25 de maio de 2015

domingo, 24 de maio de 2015


Quanto a mim, sinto de vez em quando que sou a personagem de alguém. 
É incômodo ser dois: eu para mim e eu para os outros.



Caio Fernando Abreu.

Dentro da igreja, ajoelhe-se. 
No estádio de futebol, grite pelo seu time. 
Numa festa, comemore. 
Durante um beijo, apaixone-se. 
De frente para o mar, dispa-se. 
Reencontrou um amigo, escute-o. 
Ou faça de outro jeito, se preferir: dentro da igreja, escute-o. 
Durante um beijo, dispa-se. 
No estádio de futebol, apaixone-se. 
De frente para o mar, ajoelhe-se. 
Numa festa, grite pelo seu time. 
Reencontrou um amigo, comemore. 
Esteja, entregue-se.


Martha Medeiros.


A felicidade é sutil. 
É uma poesia, um pedaço de manga, um gole de vinho, uma música que arrepia. 
A felicidade é tão simples. 
Um abraço em quem a gente não vê faz tempo, um carinho de um amigo, um beijo em seu amor. 
É andar de mãos dadas, encostar a cabeça no ombro do outro no cinema, dormir juntinho.
É cheiro de café passado, susto que passa logo, lambida de cachorro no nariz e perfume de flor. 
A felicidade é serena. 
Uma ferida que sara, a calça que finalmente entra, a tão desejada voz do outro lado do telefone. 
Um filho que aprende a dizer mamãe, a receita que dá certo, o olhar que se encontra.



CLARISSA CORRÊA

sábado, 23 de maio de 2015



O relógio bate as horas, diz baixinho: 

Ele não vem.




Tom jobim


DORME E ME PROCURA



Vinícius de Moraes.

Eu acredito nas casualidades, nos encontros, nas passagens. 
Nas conversas que temos, nas músicas que cantamos. 
No que somos e nunca deixamos de ser. Eu acredito que podemos ser muito fortes, muito mais. 
Podemos ser como todos, e o tudo pode ser capaz. 
Eu quero suas mãos, suas ideias e defeitos, que me ensine o seu jeito, enquanto aprende o meu. 
Quero que faça sentido, que seja proibido, mas que entre nós todos não exista lei. 
Quero ser tudo que tem graça, que tem gosto e da pra sentir. 
Quero o que mais me da vontade, e quero vontade pra prosseguir. 
Quero voar, mergulhar, morrer e matar a vontade de querer.
ESTEBAN TAVARES.

sexta-feira, 22 de maio de 2015


"Você é ao mesmo tempo, a calma e a confusão do meu coração."



-Franz Kafka

quarta-feira, 20 de maio de 2015


O cordão partido pode ser novamente atado
Ele segura novamente, mas
Está roto.

Talvez nos encontremos de novo, mas
Ali onde você me deixou

Não me achará novamente.




BERTOLT BRECHT


Paciência vale mais que valentia, e dominar a si mesmo vale mais que conquistar uma cidade.



Provérbios 16; 32

DIZ-SE QUE NÃO HÁ AMOR COMO O PRIMEIRO E É VERDADE. 

HÁ AMORES MAIORES, AMORES MELHORES, AMORES MAIS BEM PENSADOS E APAIXONADAMENTE VIVIDOS. 

HÁ AMORES MAIS DURADOUROS. 

QUASE TODOS. 

MAS NÃO HÁ AMOR COMO O PRIMEIRO. 

É O ÚNICO QUE ESTRAGA O CORAÇÃO E QUE O DEIXA ESTRAGADO.



 Miguel Esteves Cardoso 

Há situações na vida em que já tanto nos dá perder por dez como perder por cem, o que queremos é conhecer rapidamente a última soma do desastre, para depois, se tal for possível não voltarmos a pensar mais no assunto.



José Saramago

domingo, 17 de maio de 2015


Não sabe por onde começar? Eu lhe dou uma dica. 

Comece a prestar atenção no jeito com você se enxerga, no jeito como você se trata, no jeito como você se interpreta. 

Não aloje em seu coração sentimentos que sejam contrários à sua felicidade. 

Não deixe demorar dentro de você o que na vida não valeu à pena. 

Expulse de sua mente tudo o que for contrário ao que Deus espera de você.”



Pe. Fábio de Melo

Se ao menos pudesse voltar a ser tão distraída, a sentir tanto amor sem saber


Markus Zusak

Somos um planeta vivo, Sofia! 
Somos um grande barco navegando ao redor de um sol incandescente no universo. 
Mas cada um de nós é um barco em si mesmo, um barco carregado de genes navegando pela vida. 
Se conseguirmos levar esta carga ao porto mais próximo, nossa vida não terá sido em vão....


Jostein Gaarder in O Mundo de Sofia 

De todas as maneiras que importavam, eu estava morto. 

Dentro de mim, em algum lugar, talvez eu estivesse gritando, chorando e uivando como um animal, mas aquela era outra pessoa, lá dentro, outra pessoa que não tinha acesso ao rosto, lábios, boca e cabeça, portanto, na superfície eu apenas dava de ombros, sorria e continuava em movimento.



 Neil Gaiman


Eu posso ser terra, água, vento, fogo, qualquer elemento. 

Ser doce, salgada, ácida, mas de natureza meio amarga. 

Ser sol, chuva, neblina, e ter sempre um tornado guardado caso precise.

 Ser quente, fria, morna, vai muito do quanto quem me toma merece, ou aguenta. 

De costume ser ardida, afinal, isso seleciona os paladares. 

Mas de fim, ser o que sei que não sou ao ponto de me perder procurando, entre tantos eus que espalhei por ai, onde foi que eu largei quem eu sou de verdade…



Do filme: Dear John

O tempo parou afetivamente e raros são os corajosos que desejam envelhecer.




Fabrício Carpinejar

Morto da cintura para baixo, da cintura para cima, da cintura para fora, da cintura para dentro – que diferença faz? 
Oficializar o já acontecido: perdi um pedaço, tem tempo.
 E nem morri.


Caio Fernando de Abreu

quinta-feira, 14 de maio de 2015


Não aposto no previsível, 
sou afeto das surpresas.
( entre peixes e pássaros )

meus pés procuram asas.


| Dulce Miller |

...A minha resistência
é uma vela do teu barco
a imagem dos meus dedos
metidos com os teus...


Hugo Milhanas Machado

domingo, 10 de maio de 2015

mãe


Pra ela eu contava qualquer tipo de coisa com o coração todo aberto, porque eu sentia de forma muito clara a facilidade e o acolhimento com que me ouvia. 

Um bom confidente, às vezes, é apenas aquele que nos deixa livres para dizermos tudo o que quisermos sobre nós, inclusive bobagens das quais talvez nos arrependamos logo depois de dizê-las. 

Às vezes, é apenas aquele que interage com o nosso sentimento da vez, sem estar com a razão toda arrumada para análises profundas, tiradas magníficas, sermões eloqüentes, dos quais nem sempre precisamos. 

um bom confidente, essa maravilha rara, é aquele que aproxima, generosamente, a vida dele da vida da gente e, apesar da mágica interação que acontece com essa proximidade, consegue manter a distância necessária para não confundir a sua história com a nossa. 

Há momentos em que a gente só precisa falar e se sentir, de verdade, ouvido. 

Só isso. Só isso tudo.




Ana Jácomo

sábado, 9 de maio de 2015


Se você tirar de um ser a liberdade, ele escapará por metáforas.



Manoel de Barros
E aqui estou à espera!…
─ com este destino
de dar sombra aos muros…

Mas à espera de quê?

Que o despenhar no abismo
me crie enfim asas?



José Gomes Ferreira

nada é tão líquido assim


nem todos os homens que
saem de minha casa saem de minha cama
nem todos aqueles que
saem da minha cama saem de dentro de mim
nem todos os que
saem de dentro de mim chegaram sequer a lá entrar
não, nada é tão líquido assim 


- bénédicte houart


Silêncio é uma palavra impossível.
Não corresponde a nenhuma realidade.
Não há silêncio no cosmos 
nem em cada um de nós.
Numa sala sem eco, 
entre sete paredes de cimento isolante,
ouve-se ecoar a circulação
do nosso próprio sangue.

- António Barahona

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...